segunda-feira, julho 20, 2009

Perante a ameaça da GRIPE A, o que fazer?



Nunca é demais relembrar ...




1. Aconselhar todos os cristãos da sua comunidade a seguirem as orientações dadas pela Direcção Geral da Saúde - Ministério da Saúde, na prevenção desta doença, como sejam:


- Lavar as mãos com água e sabão com muita frequência.

- Se tossir ou espirrar, cobrir a boca e o nariz com um lenço de papel, a deitar fora de imediato.

- Se ficar doente, permanecer em casa.

- Evitar o contacto com pessoas com gripe.



2. Nas celebrações litúrgicas, recomenda-se:


- Aos Ministros da Comunhão, Sacerdotes e Ministros Extraordinários, que purifiquem as mãos com solução anti-séptica, antes da distribuição da comunhão.

- Aos fiéis, que quanto possível, recebam a Comunhão na mão e não na boca, aliás segundo prática secular na Igreja.

- A todos, que reduzam o abraço da paz a um pequeno sinal ou inclinação da cabeça sem o contacto físico.



3. Nos templos pede-se também para:


- Manter vazias as "pias de água benta" às portas da igreja, para não as tornar um foco de transmissão do vírus.

- Ter a Igreja suficientemente arejada, sobretudo em atenção ao número de fiéis nas celebrações dominicais.


Deve evitar-se todo o alarmismo, mas é da maior necessidade que a Igreja colabore nos programas de prevenção da Gripe A.


NOTA: Estas orientações não são normas litúrgicas, são sugestões suficientemente claras para prevenir desde já a expansão da pandemia. É um conselho útil e provisório para o tempo de difusão da Gripe A.



Para saber mais sobre a Gripe A ( em caso de viagem, gravidez, etc), basta consultar o Portal da Saúde do Ministério da Saúde.

4 comentários:

Gente comum disse...

Há uma mensagem do Sr. Cardeal Patriarca, enviada aos sacerdotes, que era bom que todos lessem... Está no site do Patriarcado.

M@ disse...

Vim desejar uma boa semana.
Beijinho
Manuela

Paulo de Tarso disse...

Olá Maria João!
É importante ter cuidado e a higiene faz sempre bem, mas esta onda de atenções e cuidados não passa duma campanha publicitária para os laboratórios venderem "tamiflus" e "vacinas"! É horroroso fazerem de nós parvos: eu não gosto!

ciao e boas férias

Ailime disse...

Querida João,
Já há algum tempo que não visitava os amigos!
Espero que estejas óptima.
Sobre este assunto vamos ter um pouco mais de serenidade, porque Deus vai-nos proteger e perdoar a quem terá feito mais esta "marotice"!
Eu sou da opinião de Paulo de Tarso.
Um grande beijinho.