quarta-feira, maio 08, 2019


Como a Mãe sofreu por Amor …




A devoção às 7 dores de Maria é muito bonita. A Mãezinha deixou algumas promessas a quem seguir esta devoção e que apresento – ou recordo – a seguir, sendo as mais importantes a da paz e da vida eterna. Mas acho que mais importante que rezarmos as 7 Avé-Marias diariamente, o mais importante é meditar sobre as suas dores.

A nossa Mãe do Céu nunca afastou o sofrimento, aceitando-o e, como diz a Escritura, meditando tudo no seu coração (Lc 2, 51). Já não bastava o risco de ser lapidada por aparecer grávida antes do matrimónio, Maria teve ainda de suportar um parto num estábulo, fugir com o Menino e José para o Egito, ouvir Simão dizer-lhe que “uma espada trespassará a tua alma” (Lc 2, 35), ver o Seu Filho ser ridicularizado, perseguido e morto da maneira mais atroz… Carregou o Seu corpo após a morte …

Principalmente quem é mãe – e pai - sabe como dói ver o nosso filho a sofrer. Como o nosso coração fica bem apertadinho quando os vemos chorar, doentes no hospital, perseguidos pelos colegas na escola …

Por isso não esqueçamos as dores da Mãe quando rezarmos as 7 Avés-Marias diárias. E peçamos-Lhe a graça de nos ajudar, com esta devoção, a querer fazer cada vez mais a Vontade de Jesus, que se baseia no Amor e na Misericórdia para com todos os nossos irmãos, principalmente aqueles mais difíceis…


Promessas de Maria a quem rezar 7 Avé-Marias, todos os dias, meditar nas suas dores e divulgar este gesto de Amor para com a Mãe a outros irmãos:

1. Porei a paz em suas famílias.
2. Serão iluminados sobre os Divinos Mistérios.
3. Consolá-los-ei em suas penas e acompanhá-los-ei em suas aflições.
4. Conceder-lhes-ei tudo o que me pedirem, contanto que não se oponha à vontade adorável do Meu Divino Filho e à santificação das suas almas.
5. Defendê-los-ei nos combates espirituais contra o inimigo infernal e protegê-los-ei em todos os instantes da vida.
6. Assistir-lhes-ei visivelmente no momento da morte e verão o Rosto de Sua Mãe Santíssima.
7. Obtive de meu Filho para os que propagarem esta devoção (às minhas Lágrimas e Dores) sejam transladados desta vida terrena à felicidade eterna, diretamente, pois ser-lhes-ão apagados todos os seus pecados e o meu Filho e eu seremos a sua eterna consolação e alegria.

Saiba mais aqui.

PS: Deixo também o link para a Oração de Consagração a São Miguel Arcanjo aqui.

segunda-feira, maio 06, 2019


Quando o trabalho se torna um deus…





Trabalho… Aqui está um tema muito delicado para mim nos últimos tempos. Já ouvi muitas vezes dizer que o trabalho pode ser um deus. Mas achava que isso só se aplicava a quem quer ter muito dinheiro para luxos ou quem vê a sua felicidade nos bens materiais. Mas, ouvindo algumas meditações do Frei Gilson percebi que eu também tenho tido este deus na minha vida …

Primeiramente, pensei: Como? Eu trabalho para pagar as contas, não para ter bens de luxo… Pois, mas o problema não está aí, mas na maneira como vejo o trabalho, ou seja, faço-o como se a força e o empenho não fossem uma graça de Deus. E isso leva-me a viver sempre stressada, arruinando a minha saúde.

Percebi que me falta entregar o trabalho a Jesus, para que, mesmo nos dias em que é preciso fazer muitas horas, eu possa ter o coração tranquilo. Posso estar exausta, mas se reinar a paz no coração da certeza de que nada me faltará, será muito mais fácil enfrentar o trabalho.

É preciso trabalhar, pois o trabalho dignifica o homem, mas este não deve ser o centro da nossa vida, nem nos deve destruir aos poucos. E isso é possível se deixarmos Jesus nos ajudar, oferecendo-Lhe cada tarefa. Tenho tentado fazer isto nos últimos tempos e acreditem que, apesar das muitas falhas e quedas, me sinto muito mais feliz. Nos dias em que trabalho para louvor de Jesus chego à cama e, mesmo muito cansada, sinto uma enorme paz interior. E é essa paz que vale a pena, porque vai contagiar quem está à nossa volta.

Termino com uma oração, porque só Jesus nos pode ajudar:

Jesus, dá-nos a graça de oferecer cada tarefa do nosso trabalho para a Tua glória. Ajuda-nos a confiar em Ti, a saber que a quem ama a Deus nada lhe faltará (Sl23, 1). Mesmo se vier o desemprego, Tu estás lá para nos dares a mão. Mesmo que as horas extra não sejam pagas, mesmo que o ordenado mal dê para pagar as contas, Tu estás connosco… Ámen!



segunda-feira, abril 29, 2019


Jesus tem saudades nossas…





Lembro-me como se fosse hoje, apesar de já terem passado quase 20 anos. Ia na camioneta para casa. No caminho passámos pela rua da Igreja onde fui batizada e onde fiz a Primeira Comunhão. Na altura estava muito zangada com a Igreja, mas não resisti em olhar para a porta. E senti um aperto no coração, uma saudade imensa…

Na altura não percebi. Achei que tinha apenas saudades de ir dentro de uma igreja para escutar o silêncio e ver as imagens. Mas não foi nada disso. Hoje sei que aquele aperto no coração, aquela saudade imensa, era Jesus a dizer-me: “Tenho tantas saudades tuas! Volta!”

Jesus é mesmo assim. Tem saudades nossas e, mesmo que os nossos erros sejam horrendos, Ele pede para voltarmos para os Seus braços, para nos curar nas Suas Santas Chagas (Is 53, 5) e para nos restituir vida e vida em abundância (Jo 10, 10).


Ontem foi a Festa da Misericórdia. Jesus disse que neste dia, quem se aproximasse de Si, através da Confissão e da Eucaristia, alcançaria o perdão total das suas culpas.

Quem não foi, NÃO DESISTA de procurar Jesus e de conhecer a Sua Misericórdia! Não é apenas uma devoção ou palavras bonitas lançadas ao ar! É Jesus a chamar cada um de nós para voltarmos para os Seus Braços por pior que sejam os nossos erros. Como disse: “Porque Eu não vim chamar os justos, mas os pecadores.” Mt 9, 13


Aqui podemos ficar a conhecer melhor tudo o que está em volta de Jesus Misericordioso. Não custa espreitar … ;) Houve um dia que espreitei e desde aí que é essa Mão de Jesus, cheia de Misericórdia, que me ajuda a viver cada dia que passa, com mais ou menos erros, com mais ou menos dificuldades…



sábado, abril 27, 2019


Festa da Misericórdia! Jesus, eu confio em vós!


Por maior que seja o nosso erro, Jesus espera por nós, amanhã, na Festa da Misericórdia! Procuremos Jesus na Eucaristia e na Confissão, CONFIEMOS Nele! Ele quer-nos dar vida e vida em abundância! Jo 10, 10
No link pode-se conhecer melhor esta Vontade de Jesus para nos mostrar o Seu amor! Quem não for amanhã, não desista e tente conhecer a Divina Misericórdia, que tantos tem salvo!


quarta-feira, abril 24, 2019



Se a vida fosse só este mundo, seria em vão…



Na Quinta-Feira Santa senti uma dor tão grande no coração quando retiraram Jesus do Sacrário… Era uma dor de saudade. Nunca tinha sentido isto. Naquele momento lembrei-me do que deviam ter sentido os discípulos quando ficaram sem Jesus ao verem-No morrer na cruz…

Nós sabemos e acreditamos que Ele está vivo, mas os discípulos ainda não sabiam o que era ressuscitar… Fiquei a pensar como eles se devem ter sentido completamente perdidos, vazios, sem qualquer orientação… Provavelmente até se sentiram traídos, a acharem que tinham acreditado em mais um profeta, igual a muitos outros.

Isto fez-me lembrar uma conversa que tive uma vez com uns jovens num momento de oração e de meditação. Acreditavam em Deus, mas tinham muita dificuldade em acreditar na ressurreição. Lembro-me que abri a Bíblia e lhes li: “Pois, se os mortos não ressuscitam, também Cristo não ressuscitou. E, se Cristo não ressuscitou, é vã a vossa fé e permaneceis ainda nos vossos pecados. Por conseguinte, aqueles que morreram em Cristo, perderam-se. E se nós temos esperança em Cristo apenas para esta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens.” 1 Co 15, 16-19

Nunca mais vi estes jovens, mas a sua dificuldade em crer na ressurreição é comum hoje em dia, infelizmente. É fácil acreditar no Deus Amor, mas quando se chega à ressurreição… Eu sei que é a linguagem do Espírito, mas, de facto, de que valeria a pena se Jesus não tivesse ressuscitado e se não pudéssemos caminhar para a Vida Eterna? Deus seria o quê? Sadomasoquista? Qual seria o sentido de se viver neste mundo imperfeito, de sofrimento, e depois tudo acabar?

Abramos o nosso coração e deixemos Jesus inundar-nos com o Seu Espírito para vermos que a ressurreição não é uma ilusão ou uma história da carochinha! Abramos o nosso coração para anunciar a Sua Ressurreição nos quatro cantos do mundo, não nos importando com quem possa gozar connosco! Lembremos: “Porque, se alguém se envergonhar de mim e das minhas palavras, dele se envergonhará o Filho do Homem, quando vier na sua glória e na glória do Pai e dos santos anjos” Lc 9, 26

quinta-feira, abril 18, 2019

Jesus, eu confio em Vós!




 A novena da Divina Misericórdia começa Sexta-Feira Santa! Como disse Jesus a Santa Faustina: "Que nenhuma alma tenha medo de se aproximar de Mim, ainda que seus pecados sejam como o escarlate" (Diário de Santa Faustina, nº. 699)




segunda-feira, abril 15, 2019



"Já pensou como a Mãe sofreu ao ver o seu Filho em plena agonia, sem poder fazer nada?"




Há conversas que são autênticos testemunhos da Palavra de Deus. Enquanto o meu filho jogava à bola, fiquei a ler num banco. Apareceu uma senhora que já não via há muito tempo, com a neta. Só nos conhecemos da rua, por isso começámos pelas conversas banais.

Até que ela, senhora já de certa idade, começou a desabafar. Foi aí que percebi como vive num autêntico inferno. Não só ela, como também a neta. É daquelas vidas em que parece que nada corre bem. Desgraça vem após desgraça, afetando os mais inocentes.

Mas no meio do inferno que vive, impressionou-me sobretudo o amor que tem por Jesus e Maria. Não falo apenas de fé, mas de um amor muito intenso. Várias vezes me dizia, com lágrimas nos olhos: “Entrego tudo pelas chagas de Jesus e pelas dores de Nossa Senhora. Já pensou como eles sofreram? Já pensou como a Mãe sofreu ao ver o seu Filho em plena agonia, sem poder fazer nada?”

Fiquei a matutar nestas palavras. Quantas vezes penso no sofrimento de Jesus e de Maria quando estou em aflição? Poucas… Lembro-me mais quando passa a aflição, mas na altura nem sempre… Achei lindo o amor que ela tem por Jesus e Maria. Via-se nos seus olhos, não era apenas conversa bonita.

Peço assim ao Senhor que nos dê este amor, esta proximidade com Jesus e Maria, também no sofrimento. E peço por esta senhora, pela sua neta e por toda a família, que bem precisam…