quinta-feira, abril 12, 2007

Descansem no colo de Jesus

É incrível o poder da oração e da meditação, ou seja, da sintonia com o Pai. Antes de O encontrar, vivia stressada por tudo e por nada. Mas, à medida que O vou conhecendo e lhe vou dando a mão através da oração, da meditação e da missão, sinto que este stress vai diminuindo rapidamente.


Nos últimos tempos tenho andado muito cansada. Estou mesmo numa fase de esgotamento físico. O trabalho é muito e com a situação laboral que vivemos neste país, não dá para parar muito. Antes de conhecer e amar Deus, vivia estes tempos da pior maneira. Andava sempre aborrecida, fechava-me em casa, discutia por tudo e por nada e ficava muito em baixo. Agora não. Nunca pensei vir a sentir isto, mas é verdade: desde que me aproximei mais do Pai o stress não tem um impacto tão negativo.


Estou extenuada fisicamente, mas sinto uma paz interior tão grande! Os problemas existem, o stress existe, o cansaço físico também, mas interiormente sinto a presença do Pai. Ele acalma-me e faz-me ter mais força para ultrapassar estes momentos. No fundo, o stress tenta ser o elefante, mas o Pai faz com que ele seja a formiga.


Claro que esta sensação não se alcança de um momento para o outro. Não basta estalar os dedos. É algo que se vai conquistando à medida que aumentamos o nosso conhecimento, amor e entrega a Deus Pai. Para estar a sentir isto, é preciso ter a humildade que estamos sempre a aprender, que Deus só nos dá aquilo que conseguimos aguentar e rezar muito. Mesmo quando já O conhecia e não rezava, o stress continuava a ser o elefante. A oração, o parar para meditar e escutar a Palavra do Senhor e ouvi-Lo responder às nossas questões é fundamental. Só assim conseguimos manter uma enorme paz de espírito, apesar do cansaço e dos problemas (que nem sempre são fáceis).


E o que ainda tenho para aprender... E a paz que ainda tenho para sentir.... Mas, de uma coisa tenho a certeza:


«Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, que Eu hei-de aliviar-vos. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração e encontrareis descanso para o vosso espírito. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.» Mt 11, 28-30

5 comentários:

sedente disse...

O trecho do Evangelho é um daqueles que gosto mais, que me inspira mais...ser manso e humilde como o coração do Mestre, no qual podemos decansar...k bom!
Bom tempo pascal..."Ele está vivo!"
abrç+

Doce Deleite disse...

Que bom Maria, que você está encontrando essa paz que só Deus nos dá.
Um grande abraço.

Feliz Páscoa!

Catequista disse...

É o verdadeiro encanto de Deus - fazer-nos sentir bem quando perto d'Ele estamos!
Um abraço

Anónimo disse...

Também eu já me senti assim ... numa paz interior enorme, sentindo que Deus me carregava ao colo...agora não consigo...!
MAria João

Maria João disse...

Há momentos em que parece que DEus está ausente, mas não estás. Simplesmente nos quer dizer alguma coisa. Todos passamos por essa fase. Não é fácil, mas Deus lá tem uma razão para isso. Uma razão que acabamos por descobrir depois dessa fase mais dolorosa em que nos é difícil sentir a paz interior.

Força, Maria João!

Isso vai passar. Vou rezar por ti.