segunda-feira, outubro 23, 2006


Será que confiamos mesmo em Deus?


Este domingo o padre da minha paróquia contou uma estória que nos lembra como, apesar de acreditarmos em Deus, desconfiamos tanto da Sua Palavra.

Um dia um alpinista ficou preso na montanha. Sem conseguir pedir ajuda, lembrou-se de Deus.
"Deus, se existes mesmo, salva-me!" O tempo passou e Deus disse-lhe: "Tira o teu canivete e corta a corda." O alpinista ficou indignado e disse, irritado: "Mas como é que é possível mandares-me fazer isso, se és Deus? Se corto a corda caio e morro!" Deus continuava a insistir que ele deveria cortar a corda. O alpinista, por sua vez, continuava a dizer que não o iria fazer e que a ideia não tinha sentido nenhum.

Chegou a noite, veio o frio, a chuva, o vento e o alpinista acabou por morrer. De manhã, quando chegaram lá os bombeiros ficaram estupefactos. O alpinista tinha morrido agarrado à corda, estando apenas a 1 metro do chão.

Quantas vezes não ouvimos Deus e não cortamos a corda? Infelizmente, acho que o fazemos vezes sem conta. Dizemos que confiamos em Deus, mas depois, na prática, onde fica essa confiança?

12 comentários:

I'm a Rebel disse...

Um belo texto, que ilumina muita gente!=)

Excelente blog MJ! HEHE=D

beijinhu
katia

Mr.Blonde disse...

Intressante estória. De facto essa desconfiança existe. Mas é generalizada em toda a gente. Todos temos receio de não seguir a Sua Palavra. De não fazer as coisas tal como ELe nos diz. Será isso um quebrar de confiança? Terá peso perante Ele? Quem sabe? Só Deus sabe.

Bonito post. Sempre a dar que pensar! BJS*****

Catequista disse...

Talvez porque a natureza humana é desconfiada... E nem em Deus conseguimos confiar. Pedro também não vacilou quando Jesus o mandou andar sobre as águas.
Deus criou-nos, conhece-nos e sabe quais são as nossas dificuldades.

Paulo disse...

É minha amiga, se posso chamar-te assim, por vezes Ele fala-nos até alto demais, mas mesmo assim duvidamos das Suas palavras. Por vezes, ouvimos apenas aquilo que queremos ouvir...e muitas dessas vezes não são as palavras D´Ele que ouvimos...

s.p. disse...

É muito verdadeira esta história...eu já conhecia e vou dizer que é sempre muito actual...
abraço...

s.p. disse...

olá...vou linkar-te...aquele abraço...

joaquim disse...

Se conseguissemos verdadeiramente dizer no nosso coração, com todo o nosso ser: Meu Deus a vida que deste é tua, então a confiança nEle faria parte da nossa existência.
Temos de continuar a pedir-Lhe que nos conceda a graça da Confiança para podermos cortar a corda que nos agarra ao mundo.
Não conhecia a história e é linda e real.
Abraço em Cristo

Manuel disse...

Olá,

Vejo que estás a começar... e bem! Vim aqui parar por acaso e gostei. Vou linkar-te lá no Adro.
Boas bloguices.

Anónimo disse...

Já conhecia a história. Mas nao deixei de pensar. Às vezes nao entendo porque Deus me pede certas coisas....

Sandra Dantas disse...

Já conhecia esta história, tenho-a em powerpoint e já a usei em encontros com jovens! Dá muito que pensar... Sempre que a vejo ou a leio, reflito sobre a minha fé e o meu abandono a Deus... Nem sempre confio totalmente, mas é isso que nos é pedido!

Um forte abraço, obrigado pela tua passagem!

nahar disse...

Ola MAria João. obrigado pela tua visita.

Pois é, quantas vezes é mais fácil cortar a corda pois assim acabamos de vez com os problemas.

Mas a vida é este desafio mesmo nunca nos deixarmos vencer por nada.

So Deus basta e quem com Ele caminha tudo tem

Anónimo disse...

Surripiei este teu post para "O melhor dos blogues".
Espero que concordes.