terça-feira, agosto 25, 2015


Como é bom voltar aos braços de Jesus!


 


Já não escrevo há muito tempo. Desculpem. Nestes últimos tempos passei por muita coisa, perdi muito, mas ganhei o melhor da vida: um filho. Aprendi muitas lições. Mas começo por deixar apenas uma.

Estão a ver aqueles momentos negros, em que temos dois caminhos e sabemos que só devemos percorrer um? Deus diz-nos para irmos para a direita, mas os nossos sentimentos e desejos mal curados e pouco fortalecidos na rocha de Deus, levam-nos para a direita.

 Isso aconteceu-me. Jesus deu-me todas as «ferramentas» para ir para a direita, sabia que o devia fazer, mas acabei por ir para a esquerda. Levei com as consequências, claro. A pior de todas foi a culpa que sentia dentro de mim.

 Apesar de me ter afastado do caminho do Senhor, senti mais que nunca o seu colo, o seu abraço. Não há palavras para descrever o carinho, o perdão, a paciência que Ele teve comigo.

 Aprendi que não nos devemos deixar esmagar pelos caminhos errados, mas pedir perdão, enfrentar as consequências dos nossos atos e, com Jesus, reconstruir o que destruímos. Também é importante ser humilde e voltar a relembrar o nosso primeiro encontro com Jesus, como dizia no outro dia o Papa Francisco. O que relembro desse primeiro encontro com Jesus são estas palavras:

 “Não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os enfermos. Eu não vim chamar os justos, mas os pecadores.” (Mt 9, 17)

E é a estas palavras de Vida que volto, pedindo ao Espírito Santo que me ajude a saborear a vida em Jesus, todos os dias.

3 comentários:

Alfa & Ômega disse...

Seu testemunho é lindo, Maria João. Suas palavras refletem gratidão ao Pai e isso é o que importa a Ele!. Louve-o todos os dias, dai grças incessantemente, isso é gozo para Ele! Abraço bem forte!

Isabel Paixao disse...

Depois de ler este post apeteceu-me dizer aquela frase da Vigília Pascal: "Ó feliz culpa que nos fez merecer tal e tão grande Redentor". Quando confiamos no incompreensível e absoluto perdão...que saboroso Abraço nos dispensa Aquele que só pode ser Misericórdia. Obrigada pela partilha!

Ailime disse...

Olá Maria João, que saudades!
Agora no painel do blogger vi o seu nome e fiquei tão feliz! Mesmo muito!
O que importa é que voltou! Deus ama-nos sempre e tal como na Parábola do Filho Pródigo, Ele acolhe e deseja que seus filhos O procurem! Ele é um pai misericordioso.
Um beijinho grande.
Ailime