domingo, dezembro 27, 2009

Um Natal diferente ...


Hoje celebramos o dia da Sagrada Família de Nazaré. Podia falar da família doméstica, mas vou partilhar convosco o meu Natal, que foi um Natal onde saboreiei a Igreja como família. Uma imagem da Igreja que nem sempre temos, principalmente quando vivemos numa cidade.

Este ano o meu irmão estava a trabalhar e não podemos passar a noite com ele e com os filhos e a muher. Fiquei em casa com a minha mãe e, claro, com a minha cadela e a minha gata. Mas estava bem e feliz. Faltava pouco para receber Jesus na Missa do Galo e para Lhe cantar os parabéns.

Lembrei-me dos anos em que vivia o Natal das prendas e como chorava quando ficava só com a minha mãe. Como Jesus nos dá vida e vida em abundância! (Jo 10, 10). E nos mostra o que é mais importante ...

Fomos à Missa do Galo. Fomos mais cedo, porque ia cantar no coro. Não pensem que canto, faço-o em conjunto com outras pessoas e para Deus. Só Ele para me ouvir!  Vivi realmente Cristo nesta Eucaristia! A Igreja cheia com várias famílias (desde crianças a idosos) fez-me pensar nos tempos em que me afastei e vivia a pensar que a Igreja estava morta e que ninguém ia à Missa do Galo. Como estava errada! Como do lado de cá (onde nos queremos colocar) opinamos tanto sem ter conhecimento do que realmente se passa ...

No final da Eucaristia fomos levar o Menino Jesus ao Presépio que está na rua. Estava um frio de rachar, mas cantámos os parabéns e “É Natal, É Natal” em plena rua, à frente do presépio. O convivío foi muito bom no final da Eucaristia, antes de irmos para casa. Senti-me, mais do que nunca, em Igreja!

Entretanto, conversa puxa conversa e a Família Garcia (muito nossa amiga e que não faz parte da família de sangue, apesar do mesmo apelido), soube que o meu irmão estava a trabalhar. Convidaram-nos para ir lá a casa deles. Primeiro dissémos que não, mas acabámos por ir. Rimo-nos imenso! Vivia-se a Família Igreja. Não estivémos muito tempo juntos, porque uma das pessoas ainda ia trabalhar, mas o importante é a qualidade e não a quantidade. A Família Garcia fez o que, infelizmente, está muito esquecido na sociedade. Na maior das simplicidades acolheu-nos, deu-nos amor, paz, alegria. No momento das prendas não se importaram com cerimónias e, apesar de não pedirmos nada, arranjaram prenda para nós. Prendas de coração, sem precisarem de ir à loja gastar raízes de dinheiro.

Família Garcia eu e a minha mãe rezamos por vocês e pedimos ao Pai que vos abençoe. Não importa os altos e baixos. Fazem parte da vida. O importante é a imagem de amor, paz, fraternidade e alegria que transmitem. A imagem da Sagrada Família de Jesus ... Não digo isto apenas por causa deste Natal. Há muito que vejo que a vossa família caminha com os altos e baixos habituais, mas com uma diferença: com Jesus no meio de vós.

6 comentários:

Canela disse...

Sem dúvida Um Natal verdadeiro!

Beijinho fraterno.

joaquim disse...

Pois é, Maria João, assim descrito como tu sabes, apenas posso concluir que viveste um verdadeiro Natal.

Que bom é, sentirmos a presença de Deus nos outros!

Beijo muito amigo em Cristo e Maria

Anónimo disse...

Felizes os que vêm em Deus e Jesus o verdadeiro Natal!
Obrigada minha amiga pelo teu relato!
Que Deus te dê cada vez mais luz para iluminares os que ainda não vêm com os olhos de Jesus, o Menino e o verdadeiro Natal que só o é na Sagrada Familía!

Beijinhos

Mari disse...

Amiga, Feliz Ano Novo!
Com paz!


**mensagem coletiva*

Estou tendo problemas no meu blog de orações, com um site que se diz cristão, pegando carona, rosa, ligado à pornografia. Peço ajuda de vocÊs se virem, e saibam que eu nunca aceitei propaganda religiosa e é um pop up que por vezes aparece, clicando no meu blog, observei que quando clicava no meu próprio link, aparecia. Peço que reze por mim e que me ajudem a retirar este pop up, com os testemunhos se acaso virem.
Escreva para mim: oracaopura@yahoo.com.br ou deixem recados nos posts, caso vejam, com gratidão e clamando a justiça divina, mari.

Me visite sempre, para investigar comigo!

Viviana disse...

Olá Maria João

Já há muito que não passava por aqui.
Vim deixar-lhe um abraço e desejar-lhe um abençoado ano de 2010.

Viviana

LUAR DE SOL disse...

Ao ler o que escreveste, revi-me completamente no teu Natal. Este sim é o Natal verdadeiro, em que impera a paz, o amor e amizade, a familia. Este são os valores de que esta sociedade necessita.Recordar é viver, e eu vivi. Bj na paz.