domingo, junho 29, 2008

Como é que ainda continuamos a crucificar Jesus?

Pensemos no sofrimento de Jesus...


Foi gozado por muitas pessoas
Quantas vezes não gozamos uns com os outros e nos esquecemos que Jesus está em cada um de nós...
Disseram calúnias e mentiras contra ele
Quantas vezes mentimos, quantas vezes abrimos a boca e falamos mal de um inocente, quantas vezes enaltecemos os erros dos outros, quantas vezes julgamos ...

Foi desprezado
Quantas vezes não desprezamos os irmãos que precisam de nós... Quantas vezes temos preguiça de rezar pela Humanidade ou quantas vezes temos preguiça de nos dedicarmos a Jesus, fazendo o bem, rezando, falando Dele, indo à Eucaristia, à adoração ao Santíssimo...

Percorreu longos caminhos ao sol e à chuva
Quantas vezes não respeitamos o meio ambiente, provocando as alterações climáticas que afectam sobretudo as populações pobres que têm de andar a pé à chuva e ao sol...

Foi traído e abandonado quando mais precisava de apoio
Quantas vezes não o fazemos aos nossos irmãos em Cristo...

Foi flagelado, coroado com espinhos, torturado, carregou uma cruz pesada
Quantas vezes pensamos que as asneiras que cometemos continuam a dilacerar o Sagrado Coração de Jesus...

E, tudo isto, para nos salvar. Sofrer por um inocente faz sentido... Mas, sofrer por uma multidão incontável de pessoas que muitas vezes se esquecem do bem que fizémos e fazemos por eles...

Mea culpa para todos nós ao lembrarmo-nos como continuamos a crucificar Jesus... Mas, que a noção dos nossos pecados, não nos leve ao desânimo total. Leve-nos antes a levantar a cabeça, a ir ter com Jesus na Confissão e pedir-Lhe perdão, porque o Seu Amor e a Sua Misericórdia são inimagináveis. Ou não continuasse Ele a sofrer por esta Humanidade que O abandona tantas vezes, sem nunca deixar de a amar...

14 comentários:

silvino disse...

e continuamos a crucificarmo-nos. porque pensamos q o sofrimento de cristo teve razão exclusiva por aqueles q o seguem.

Paulo Costa disse...

Obrigado Maria João por focares o essencial da nossa fé em Jesus. As tuas palavras devem ser gravadas nos nossos corações e nortear todos os relacionamentos humanos.

Abraço fraterno.

Viviana disse...

È verdade, Maria João.

Quanto nós precisamos de sermos "parecidos" com Cristo!?

A melhor definição de "cristão" que encontrei até hoje é esta:

"Ser cristão... é ser semelhante a Cristo."

Se não formos... então não podemos usar esse nome.

um grande abraço
viviana

Paulo Costa disse...

Venho apelar ao teu coração.
Estou a divulgar um pedido de ajuda para uma Associação que se dedica a prestar ajuda e apoio aos Sem-Abrigo.
Por favor, se puderes, passa no meu blogue e na coluna da esquerda encontrarás toda a informação sobre a causa que precisa da contribuição de todos nós.
Eles estão com dificuldades financeiras e precisam muito de ajuda.
Qualquer contribuição é bem-vinda.
Peço-te que ajudes também na divulgação da causa no teu blogue ou por mail.
Obrigado pela atenção.

Abraço fraterno em Cristo Jesus.

Dani disse...

Puxa vida... como realmente precisamos nos lembrar disso.
Gostei do Blog!

Ecclesiae Dei disse...

Eis uma triste verdade...
Abraços em Cristo

Maria Pires disse...

m joão ainda a dias na missa fixei meu olhar em jesus e tambem em sua mãe virgem santissima,e pensei mãe so em teu regaço consegui secar meu pranto e acalentar a minha dor já sofri tanto joão e só em deus encontrei forças para continuar beinho e xi coração.

Paulo Costa disse...

Maria João,

Muito obrigado por acederes ao meu pedido.
Fico muito grato por ajudares a divulgar esta causa.

Abraço fraterno.

joaquim disse...

Maria João

Obrigado por esta tua reflexão.

É preciso sobretudo não diluirmos a culpa dizendo/pensando que Jesus se entregou pela humanidade, ou seja, Ele entregou-se pela humanidade, mas também por cada um de nós individualmente.
Ele ama-nos com amor individual a cada um e portanto entregou-se por cada um indidualmente e cada um é responsável por essa entrega.

Abraço amigo em Cristo

Paulo disse...

Continuam porque todos nós, uns de uma maneira e outros de outra, "esquecem-se" d´Ele de quando em vez.

mafaoli disse...

«O Amor é o mandamento que justifica todos os outros mandamentos»
Um abraço em Cristo Jesus.

sedente disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
sedente disse...

Por isso, mais do que nunca, devemos ser "consoladores", "reparadores"...dar amor por amor a Jesus, com os pequenos "nadas" de cada dia, cumprindo a sua vontade, tudo oferecendo por amor ao Amor.
abrç+

Anónimo disse...

Realmente.. muitas vezes, nós nos esquecemos das coisas q Ele fez por nós..

Coisas q raras pessoas fariam por nós!


Abraco!!!