terça-feira, março 23, 2010

Pára, escuta e olha para Jesus!




Cristo troca-nos as voltas muitas vezes. Estava para ir à Adoração ao Santíssimo na Igreja Santa Isabel, em Lisboa, quando lá foi o Padre Alfredo Neres. Mas questões familiares não o permitiram. Aceitei. Afinal não se tratava de preguiça ou falta de vontade para ir.

Resolvi arranjar tudo a tempo de parar às 21 horas, quando começava a oração. E uni-me em oração ao grupo que estava na Igreja. Sentei-me na cama e abri a Bíblia. Meditei na Palavra de Deus e falei com Ele. Falei do que me vinha à mente e ao coração. Pedi perdão pelos pecados desse dia e agradeci pelas maravilhas que me tinha dado. Coloquei-Lhe todas a dúvidas e pedia-Lhe que olhasse por cada irmão e irmã que estava naquela oração e não só. Entreguei-Lhe também aquela oração para desagravo do Seu Sagrado Coração e do Imaculado Coração de Maria.

Com isto tudo parece que falei muito e que foi uma oração agitada. Não! Senti uma enorme paz! As palavras saíam quando tinham que sair e o silêncio também «falou». Senti-me como a samaritana aos pés de Cristo a pedir Água Viva (Crf. Jo 4, 6-42). Senti o Seu acolhimento, perdão e Amor para comigo e toda a humanidade. Senti que Ele e a Mãe querem mais desta oração que brota do nosso coração e é conduzida pelo Espírito santo.

E naquele momento de paz e silêncio percebi coisas básicas que não estava a ver, porque ainda não tinha parado para O escutar. Comecei a meditar na vida de Cristo. Mas Cristo, mais uma vez, trocou-me as voltas! Adormeci.

Quando acordei sentia-me cheia do Espírito Santo ! Acordei a louvar a Cristo, com a alegria própria de Jesus e com vontade de cantar “Louvar somente a Ti, Jesus!”. Não há palavras que descrevam bem o que senti. Só sei que cada vez mais gosto de ter estes momentos com Ele e com a Mãe. E são sempre diferentes!

Como dizia um amigo de manhã, quem procura a Deus sempre O encontra. Experimenta este encontro com Cristo! Vais ver que vale a pena. Ele não te pede palavras bonitas e bem ditas. Ele aceita-te como és! Se te apetece ficar no silêncio, fica. Jesus continua contigo. Não te abandona. E nestes momentos de oração vais lembrar-te da forma como o Pai acolheu o filho pródigo, ou seja, de braços abertos, pronto a mostrar-lhe perdão e a abraçá-lo.

É caso para dizer: Pára, escuta e olha para as maravilhas que Deus te dá todos os dias. Mesmo na maior escuridão, Ele dá-te essas maravilhas que te permitem continuar a caminhar. Pode estar tudo muito negro. Mas uma coisa é certa: Jesus está realmente contigo!

PS: Gosto muito desta oração e costumo fazê-la. Não pensem, no entanto, que se tem de aprender técnicas, como já ouvi algumas vezes. Quando falo em meditação e encontro com Cristo, é simplesmente estar com Cristo. Tal e qual como me sinto, como sou. Digo o que sinto, o que penso, desabafo (sem preconceitos e sem medo). Isso é possível a todos nós. Lembrem-se que Deus não complica, nós é que complicamos! :)

4 comentários:

joaquim disse...

Mais palavras para quê?

Disseste tudo, ou melhor, testemunhaste tudo de tal modo que nos apetece viver muitos momentos como esses.

Beijo amigo em Cristo e Maria

Pena disse...

Linda Amiga:
Acredite sempre Nele, se assim o entende.
Jesus era um Homem bom.
Só espalhou o bem pela terra.
Retribuo os beijinhos amigos com imenso respeito.
Cordialmente agradecido pela visita...

pena

Conceição disse...

Olá
Obrigado pela sua visita ao blog do David. Fico contente por ter gostado das minhas aguarelas, já pus alguns dos meus trabalhos no facebook mas a verdade é que não tenho muito tempo para andar na net, por isso não tenho investido tanto talvez como gostaria, mas devagar se vai ao longe...
Obrigado pelas suas reflexões, são sempre maravilhosas!
Beijocas.

Ivete disse...

Bonita partilha... Obrigada!