sexta-feira, junho 14, 2024

Um encontro de Amor


Já repararam que, hoje em dia, é comum venderem-se encontros e retiros de silêncio? Mil e um movimentos/grupos oferecem momentos de tranquilidade e de silêncio. Infelizmente, muitos, levam-nos a adorar falsos deuses... Quantos católicos vão atrás disto... O ser humano tem fome e sede da oração em silêncio, contemplativa. Daquela oração que acalma o coração, que conforta a alma, que nos faz sentir amados. Sente falta da oração que é dita de coração, sem ser necessário muitas palavras.

Mas, sabem, na Igreja Católica já existe essa oração há  2 mil anos. E não é preciso ir a um retiro - embora, a Igreja também os tenha. Basta entrar numa Igreja, principalmente quando está Exposto Jesus, e ficar ali, em silêncio, a olhar para Ele. Olhamos para Ele e Ele olha para nós. Não são necessárias muitas palavras. Basta ficar, sabendo que temos um Deus maravilhoso, que nos ama, mesmo cheios de pecados. 

Aproveitemos este silêncio, este momento de contemplação, para amar e para nos sentirmos amados. O nosso mal, muitas vezes, é não conhecermos o Amor que Deus tem por cada um de nós...

Para terminar, aconselho-vos a ler o livro "Testemunhos Eucarísticos", da querida amiga Marisa Ferreira Neto. Contém testemunhos maravilhosos da diferença que faz deste encontro de amor entre Deus e cada um de nós...

PS: Na imagem deste post, está o contacto para quem quiser pedir o livro. Quem não pode deslocar-se a uma Igreja, por motivos de força maior, como doença incapacitante, pode fazer Adoração em casa, através da TV Canção Nova ou da Internet (canais de Adoração Perpétua). 

sábado, junho 08, 2024


"Meus filhos, porque vos apressais tanto?"




Ainda no outro dia conversava com uma pessoa e comentávamos como se saboreia cada vez menos a vida. Na maioria das sociedades, tem-se acesso a mil e uma coisas; vive-se numa ansiedade constante em se conseguir fazer isto, aquilo, em se estar atualizado... No trabalho, com as novas tecnologias, temos de estar sempre contactáveis. Os filhos têm de ter muitas atividades extracurriculares para serem supostamente mais felizes... 

Mas, onde fica o essencial? Onde fica a oração, sobretudo em silêncio? E a Eucaristia? E o tempo para a família sem correria? Jesus pediu à missionária Anne para divulgar uma pergunta: "Por que razão sentis que é preciso andar tão depressa ao longo dos vossos dias?" 

E deixou um desafio. Vamos pô-lo em prática? 

"Quero que mudeis a vossa maneira de viver e estou a pedir-vos que façais esta mudança agora. Durante a próxima semana, pensai em cada atividade e decidi, Comigo, se é algo que Eu quero que façais, ou se é algo que vós quereis fazer."

Porque, continua: "Quero oração, sim, mas também quero conversas que não sejam apressadas, e em stress, entre maridos e mulheres, entre irmãos e irmãs, e entre pais e filhos. Foram estas as pessoas que Eu decidi que partilhariam convosco os caminhos da vida e vós tendes obrigações para com elas. Se estais muito ocupados com a vossa própria vontade, não olhareis para a Minha vontade e perdereis oportunidades de aprender dos outros e de assistir os outros na sua aprendizagem sobre Mim."

PS: Podem consultar o resto em https://directionforourtimes.com/wp-content/uploads/2013/04/POR-Stress.pdf . Tem o imprimatur da Igreja. 


sábado, junho 01, 2024

 

Orar com o coração, sem palavras vazias

 


Está a terminar mais um ano de catequese. Admito que gosto muito de falar de Jesus às crianças e aos jovens, apesar de ser cada vez mais difícil. Fruto deste tempo, os mais pequenos estão habituados ao imediato, às informações flash, a estímulos visuais, a não terem paciência para ouvir seja o que for.

Como vamos falar de Jesus com esta agitação? Como vamos pôr estas crianças a orar e a amar Jesus, sem acharem que a catequese é uma seca? Não é fácil, é preciso admiti-lo. Mas, com muito Espírito Santo, é possível.

É verdade que são muito agitados, desinteressam-se facilmente, mas acredito que Jesus aproveita esta geração para, mais que nunca, nos lembrar como é que se deve orar:

“Mas chega a hora - e é já - em que os verdadeiros adoradores hão de adorar o Pai em espírito e verdade, pois são assim os adoradores que o Pai pretende.” (Jo 4, 23)

Por outras palavras, tal como nos diz a Mãe nas suas aparições, é preciso orar com o coração. Estas crianças e jovens mostram-nos que Jesus quer oração com amor, sem palavras vazias, que apenas saem da boca. Eles mostram-nos como devemos ser mais simples, mais concretos, como devemos centrar-nos mais na Palavra de Deus que é para usar no dia-a-dia…

Todas as gerações têm coisas boas e más. E estes pequeninos mostram-nos Jesus a dizer que está cansado de muitas palavras ditas apenas por tradição, sem saírem do fundo do coração, sem terem por base uma relação de proximidade com Jesus.

Temos de ensinar as crianças e os jovens, mas também temos muito a aprender com eles. Como diz Jesus: “Se não voltardes a ser como as criancinhas, não podereis entrar no Reino do Céu” (Mt 18, 13)


sexta-feira, maio 24, 2024

 Pornografia na infância e na adolescência

 


Hoje saiu uma reportagem no jornal Expresso intitulada “Crianças de 11 anos dependentes de pornografia”. Há pior: rapazes e raparigas entre os 12 e os 16 anos vendem conteúdos pornográficos, sendo eles próprios os atores…

Há crianças que já são seguidas em Psiquiatria da Infância e Adolescência, porque ficaram dependentes da pornografia após terem contactado, acidentalmente, com esse conteúdo. Alguns procuravam apenas coisas sobre princesas da Disney e super-heróis… E há mais: os chats de jogos, como Roblox e Fortnite, são ‘visitados’ por pedófilos que tentam convencer as crianças e os jovens…

Os psicólogos e os psiquiatras estão preocupados, porque esta exposição nestas idades cria sentimentos de ansiedade, culpa e vergonha, mas também porque leva os rapazes a querem ter comportamentos mais violentos com as raparigas. As mulheres passam a ser vistas como objeto sexual. Não sou eu que o digo, mas os entendidos na matéria.

É grave, demasiado grave. Estejamos atentos aos nossos filhos.

Ajudai, Jesus, estas crianças e os seus pais. E fazei que se convertam aqueles que escandalizam tantos inocentes… Ámen.  


domingo, maio 19, 2024

 O Espírito Santo e o ... café



Num fim-de-semana tão importante para os cristãos, quando celebramos o Pentecostes e terminamos o tempo pascal, relembro este texto que postei há uns tempos.

"... derramarei o Meu Espírito sobre todos os viventes e os vossos filhos e filhas...velhos...jovens..." Joel 3, 1-2 Deus prometeu a vinda do Paráclito, do Espírito Santo. Recebemos o Espírito Santo no baptismo, no Crisma, quando O invocamos... Mas, mesmo assim, continuamos a dizer que não sabemos muito bem como é "isto" do Espírito Santo e os seus dons... Sabemos que é Deus, que nos ilumina e pronto.


Então vamos lá...O Espírito Santo está em nós desde o baptismo. Ele derrama sobre nós os seus dons no baptismo. Podemos nunca mais usá-los. Mas, eles estão em todos nós que fomos batizados, para sermos santos, como Cristo nos pede. Digamo-nos crentes, ateus, etc. Esses dons gratuitos de Deus são: Sabedoria (permite saborear as coisas de Deus), Entendimento, Conselho (saber o que Deus quer de nós), Fortaleza, Ciência (reconhecer o que é de Deus), Piedade, Temor de Deus (para não o abandonarmos quando fraquejamos e temor aqui significa respeito e não medo). MAS, são-nos dados no baptismo sob forma de semente.

Se os aceitarmos e os quisermos pôr em prática, Deus nos vai dar algo mais: os carismas. Os carismas são graças gratuitas para o serviço da Igreja, para o serviço dos outros. "... São manifestações do Espírito Santo..." Rm 5,5 Os carismas levam-nos a uma nova atitude e a agir consoante a Vontade de Deus e são sempre para a costrução do Reino de Deus. Mas, como sabemos que é a Vontade de Deus? Através dos frutos, como nos ensina Jesus. Que frutos são esses? "É este o fruto do Espírito Santo: amor, alegria, paz, paciência, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e autodomínio." Gl, 5,22

Sabem o que acontece quando não deixamos crescer a semente dos dons do Espírito Santo recebidos no baptismo? O que acontece é o mesmo que a uma chávena de café. Colocamos o açúcar e não o mexemos. O açúcar vai ficando no fundo e o café continua a amargar. É preciso mexer o açúcar ... :)



Para refletir:

Costumamos invocar o Espírito Santo?

Será que temos noção dos dons do Espírito Santo?

Será que deixamos a semente dos dons crescer, para termos os carismas necessários para espalhar o Amor de Deus?

Será que olhamos para os frutos do que fazemos?


sexta-feira, maio 10, 2024

 

Vamos todos rezar?

 


Os meus meninos da catequese vão fazer a 1.ª Comunhão no dia 18 de maio. Uma bênção, já que temos a celebração de Pentecostes, descida do Espírito Santo, nesse fim de semana.

Ajudam-me a rezar por eles – e claro por todos os outros? É a oração que quiserem. Vamos pedir para que o Espírito Santo os encha de Amor, Paz, Perdão, Alegria. Num mundo tão secularizado, onde a discórdia e o individualismo querem ganhar a corrida, temos que pedir a Jesus e à Mãe que guarde estas crianças, que serão os adultos do futuro.

Muito obrigada a tod@s! Que Deus vos abençoe!


sexta-feira, maio 03, 2024

 

Jesus não desiste de ti!


Vem, tu que estás afastado de Deus, achando que Ele só quer os ‘bonzinhos’ e os ‘bem-comportados’. Aceita o Seu Amor e a Sua Misericórdia, deixa-O tocar-te e encher-te do Seu Santo Espírito.

Podes pensar: “Isso implica demasiadas regras. Não estou para isso!” Vem, mesmo achando isso. Também eu já vivi isso e hoje dou graças a Deus por me ter deixado tocar por Jesus. Tornei-me perfeita? Não. Mas a vida tem outro sabor, mesmo nos momentos de tempestade; os problemas são entendidos de outra forma; o sofrimento deixou de ter a última palavra na minha vida…

“E as muitas regras?” – perguntas, tu, como também eu me questionei um dia. A resposta vem à medida que caminhas com Jesus. Vais perceber que algumas coisas são regras, porque em sociedade é a única forma de se viver em paz uns com os outros. Noutras coisas vais perceber que não são regras, mas o alimento que te traz amor, paz, perdão, vida em abundância (Cfr. Jo 10, 10)…

Jesus não desiste de ti! Aguarda por ti, todos os dias!